DIOCESE DE
CAMPO MAIOR

/
/
Seminário Regional da Campanha da Fraternidade 2017

Seminário Regional da Campanha da Fraternidade 2017

Com o tema “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida” e lema “Cultivar e guardar a criação” (Gn 2,15), a Campanha da Fraternidade 2017 alerta para o cuidado da criação, com olhares voltado para o bioma brasileiro.

A Campanha da Fraternidade é uma verdadeira iniciação a fé e à sua prática. Inspirada na temática socioambiental, desde 1979 a Igreja Católica no Brasil esteve sempre atenta aos alertas dos tempos, na sua Ação Evangelizadora.

seminario_cf2017pi-1

Nos dias 28 a 30 de outubro, no Centro de Treinamento Padre Tony Batista, em Teresina (PI), estiveram reunidos para o seminário regional da Campanha da Fraternidade 2017 coordenadores regionais e diocesanos de pastorais de 6 diocese piauiense. O Seminário teve como suporte e orientação o Texto-Base publicado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

O Seminário teve início às 19hs, com a acolhida e apresentação dos participantes, avaliação da CF 2016 e explanação sobre o tema da CF 2017, ministrada pela assessora Mônica. O profº. Dr. Antônio Façanha ministrou a palestra sobre os Biomas Piauiense, “Primeiramente devemos ter uma noção do que é território”, afirmou. O Geógrafo falou sobre as dificuldades encontrada pela zona rural e perda de identidade, o texto-base nos traz uma discussão sobre natureza, território e desenvolvimento. Avaliando o bioma caatinga, “este para muitos empresários representa um atraso”, frisou. Sobre a organização produtiva, há uma relação entre os estados vizinhos, havendo uma dificuldade nos armazenamento e produção do estado originário de determinado produto. E por fim, citou os desgastes, ocupação dos biomas piauiense.

A assessora Mônica ministrou a palestra sobre o texto-base, divido em quatro capítulos, a partir do método ver, julgar e agir, fazendo uma abordagem dos biomas existentes, suas características e contribuições eclesiais. Na apresentação sobre o VER, apresentou os biomas brasileiros: Amazônia, Caatinga, Cerrado, Mata Atlântica, Pantanal e Pampa. No JULGAR, a Sagrada Escritura não se preocupa diretamente com os biomas. Contudo apresenta elementos que iluminam a temática a partir do projeto de Deus. No AGIR, a Campanha da Fraternidade 2017 está em sintonia com a Doutrina Social da Igreja, principalmente com a encíclica ‘Laudato Si’, toda essa doutrinação fala das maravilhas diante da natureza criada por Deus e nela o Papa Francisco diz que escolheu o nome de Francisco também por razões ecológicas.

O representante da Comissão Pastoral da Terra (CPT), Altamiran, falou sobre o MATOPIBA que é um projeto que afirma em ser uma ação de avanço do agronegócio no bioma cerrado na região do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, porém é um processo violento ambiental e agrário, devastando o cerrado e se estendo também a caatinga, afetando comunidades quilombolas, indígenas, quebradeiras de coco e outros segmentos tradicionais da região.

O repasse da CF 2017 estendeu-se até o domingo (30), foram desenvolvidos trabalhos em grupos de como será concretizada a Campanha da Fraternidade nas dioceses, em seguida houve a apresentação dos trabalhos que serão desenvolvidos. A Coordenadora regional de Campanha, Francisca Machado, apresentou a Campanha de Evangelização 2016. O seminário terminou às 12hs com o almoço.

Reportagem: CNBB NE4

Compartilhar: