DIOCESE DE
CAMPO MAIOR

/
SEMINÁRIO DOM ABEL

SEMINÁRIO DOM ABEL

O Seminário Dom Abel, um projeto visionário do 1° Bispo de Campo Maior, Dom Abel Alonso Nuñez, surgiu na década de 80 como resposta à necessidade de cultivar novas vocações na região. Antes desse espaço, os seminaristas de Campo Maior eram encaminhados para formações em seminários de outras dioceses nas regiões Nordeste, Sul e Centro-Oeste do Brasil, tais como Jacarezinho (PR), Anápolis (GO) e Carolina (MA).

A trajetória do Seminário Menor de Campo Maior teve início em fevereiro de 1986, quando acolheu 21 seminaristas em regime de internato. As aulas eram realizadas no antigo colégio Ginásio Santo Antônio, com formações e orientações espirituais e morais a cargo de um reitor e um diretor espiritual. Nessa época, a Diocese de Campo Maior se destacou por possuir o clero mais jovem do Brasil. Os resultados dos primeiros 10 anos foram expressivos, com o surgimento de 16 novos padres e 5 diáconos.

Em 2002, o Seminário de Campo Maior encerrou suas atividades, levando os seminaristas da diocese a prosseguirem seus estudos nos seminários da Arquidiocese de Teresina: Seminário Discipulado João Paulo II (propedêutico), Seminário Dom Edilberto Dinkelborg (Filosofia) e Seminário Maior Sagrado Coração de Jesus (Teologia).

Após mais de um ano de campanhas e revitalização, a Diocese de Campo Maior celebrou a reabertura do Seminário Menor Dom Abel Alonso Nuñez em 27 de dezembro de 2019. O edifício, localizado no centro da cidade, ao lado do Centro Diocesano de Pastoral, representa um espaço dedicado ao cultivo vocacional e à formação espiritual na recém nomeada “Rua Dom Abel”.

Compartilhar: