DIOCESE DE
CAMPO MAIOR

/
/
/
Diocese de Campo Maior envia padre e leiga para estudarem em Roma

Diocese de Campo Maior envia padre e leiga para estudarem em Roma

Pensando na formação do leigo e de novos sacerdotes, a Diocese de Campo Maior enviou esta semana para Roma, capital da Itália, um sacerdote e uma leiga, são eles: Padre Marcos Rogério (de José de Freitas-PI) e a historiadora Natália Oliveira (de Campo Maior-PI).

padremarcos-natalia-2015

Os dois passarão uma temporada na Europa graças a duas bolsas de estudos conseguidas pela Igreja Particular de Campo Maior. Padre Marcos Rogério fará seu mestrado em Teologia Moral na Pontifícia Academia Alfonsiana, sendo acolhido no Colégio Pio Brasileiro.  Já Natália estudará sobre a história da Igreja na Pontifícia Universidade Gregoriana, e ficará hospedada na Casa Provincial das Irmãs Elisabetinas, também em Roma.

Eles saíram do Brasil na última terça-feira (23) e chegaram na Itália nesta quarta (24). Em entrevista para o site da Diocese de Campo Maior, Padre Marcos nos falou um pouco da emoção dessa oportunidade: “Estudar em Roma é um privilégio para mim que sou padre. Penso até que é o projeto do próprio Deus. Gostaria muito de corresponder com seu chamado e por isso estou aqui. É uma oportunidade conhecer uma Igreja mais histórica e tradicional. Beber na fonte da nossa fé e respirar o testemunho radical de inúmeros Santos que aqui doaram sua vida por causa de Cristo”, disse.

padre-marcos-e-natalia-em-roma-2016
Chegada de Padre Marcos Rogério e Natália Oliveira em Roma – Itália.

Para nossa reportagem, Natália falou que a viagem deles não se resume ao turismo, mas sim à busca de mais ensinamentos do catolicismo: “Para nós é fantástico, uma experiência única que encaramos não como turismo, mas como uma missão que tem por objetivo colaborar ainda mais com a Igreja”.

Segundo eles, muitas foram as pessoas que colaboraram para que eles tivessem essa oportunidade. O sacerdote ressaltou o apoio de Dom Eduardo Zielski, na época Bispo de Campo Maior: “Agradeço na pessoa de Dom Eduardo, mas também ao Colégio de Consultores da diocese, neste momento vacante. Foi uma indicação dos formadores do nosso seminário. Eles foram bastante importantes na escolha do curso por que o objetivo é suprir a carência de especialistas desta área, no Regional Nordeste IV da CNBB (Piauí)”, finalizou.

dom-eduardo-e-padre-marcos-luz-vida-2016
Dom Eduardo (Bispo de São Raimundo Nonato) e Padre Marcos Rogério durante o dia da unidade do Retiro do Luz-Vida, em 2016.

A historiadora campo-maiorense também falou do importante apoio que recebeu: “Os responsáveis foram, primeiramente Dom Eduardo e a diocese com os padres, que depois da saída dele (Dom Eduardo) continuaram apoiando, a Adveniat que concedeu a bolsa, os professores do seminário e as irmãs de Santa Elisabete, que me acolhem. Muitas pessoas”.

Sobre o retorno ao Piauí, Natália nos disse que voltará daqui a 3 anos, já o padre ficará em Roma por 2 anos.

Sobre o assunto, conversamos também, via internet, com o atual Reitor do Pontifício Colégio Pio Brasileiro, Padre Geraldo Reis Maia. Ele nos falou um pouco sobre o colégio e de como ocorre a acolhida dos padres: “Nossa previsão para o novo Ano Acadêmico, que se inicia agora aqui em Roma, é de mais de 90 padres, vindos de várias dioceses do Brasil e de alguns outros países. O primeiro passo para acolhermos um padre aqui em nosso Colégio é a apresentação de seu bispo. É o bispo diocesano que escolhe e envia o padre para aperfeiçoar seus estudos nas universidades de Roma. Neste ano, recebemos 3 novos padres do Piauí para residir em nosso Colégio e estudar nas universidades de Roma”, enfatizou.

padre-Geraldo-dos-Reis-Maia_original
Padre Geraldo Reis Maia, reitor do Colégio Pio Brasileiro.

Sobre o envio desses padres para tão perto do Vaticano, sede da Igreja Católica, Padre Geraldo afirma que é uma atividade importantíssima para a Igreja do Brasil, pois, segundo ele, “Estes padres poderão ajudar mais a Igreja, especialmente suas respectivas dioceses, na formação de leigos e leigas, e dos futuros padres de nossa Igreja”.

História de Padre Marcos:

padre-marcos-ordenacao-jose-de-freitas
Padre Marcos, durante sua Ordenação Sacerdotal, em José de Freitas-PI.

Filho de Francisco de Assis Cardoso e Domingas Ferreira de Morais Cardoso, Marcos Rogério nasceu em José de Freitas. Estudou Filosofia e Teologia no ICESPI (Instituto Católico de Ensino Superior do Piauí) e foi ordenado diácono na Catedral de Santo Antônio (Campo Maior-PI), no dia 12 de dezembro de 2012. Já sua Ordenação Sacerdotal aconteceu em José de Freitas-PI, ao lado da Igreja de Nossa Senhora do Livramento, no dia 15 de junho de 2013. Integrante assíduo do Movimento Evangelizador Luz-Vida, Padre Marcos chegou a ser moderador em 5 retiros do grupo, e se tornou o sacerdote referencial para a Juventude da Diocese de Campo Maior, vindo a ser substituído neste ano pelo padre Alcindo Saraiva.

História de Natália Oliveira

natalia-oliveira-livro-2015
Natália, durante o lançamento de seu livro “Da Matriz vejo a cidade”. em novembro de 2015.

Natália Oliveira é campo-maiorense e filha de Raimundo Nonato de Oliveira e Maria Bernadete da Silva Oliveira. Em sua vida de igreja já participou de vários grupos de jovens da Paróquia de Nossa Senhora de Fátima (Campo Maior-PI), onde já ajudou também como catequista. Ela tem licenciatura em História pela UESPI (Universidade Estadual do Piauí) e Mestrado pela UFPI (Universidade Federal do Piauí). Foi de seu trabalho de mestrado que surgiu o livro intitulado “Da Matriz vejo a cidade”, que foi lançado no dia 10 de novembro de 2015, durante as comemorações pelos 300 anos de instalação da Paróquia de Santo Antônio.

Conheça os institutos que eles frequentarão em Roma:

A Pontifícia Universidade Gregoriana (PUG) é uma universidade da Igreja Católica com sede em Roma, na praça della Pilotta 4. É especializada em ciências humanas, especialmente nas teológicas e filosóficas. Ela foi fundada em 1551 por Santo Inácio de Loyola, criador da Companhia de Jesus (os jesuítas), num palácio (demolido) situado na base do Capitólio. Foi a primeira escola jesuíta, tendo uma biblioteca anexa e conta com aproximadamente 3.000 estudantes vindos de mais de 130 países.

Pontificia_Università_Gregoriana_-_Roma_-_Facciata
Pontifícia Universidade Gregoriana, Roma – Itália.

O Pontifício Colégio Pio Brasileiro (em italiano Pontificio Collegio Pio Brasiliano) é um colégio sediado em Roma (Itália) mantido pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e administrado por um Conselho de Direção, dedicado à formação permanente de presbíteros diocesanos do Brasil e de outros países. Ele foi inaugurado a 3 de abril de 1934, por vontade do Papa Pio XI. Durante sua visita ao colégio em 1982, São João Paulo II disse que o Colégio Pio Brasileiro constitui “um pedaço do Brasil em Roma”.

pio_brasileiro capa_original
Pontifício Colégio Pio Brasileiro, em Roma – Itália.

A Academia Alfonsiana é um instituto de teologia moral superior localizado em Roma, perto do Coliseu. É frequentada por pessoas de mais de 60 países, que possuem a oportunidade de estudar através de uma educação científica baseada estritamente nas fontes e do Magistério da Igreja.

Academia-Alfonsiana
Imagem do site oficial da Academia Alfonsiana, que fica em Roma – Itália.

Reportagem e entrevistas: Helder Felipe (Assessoria de Comunicação da Diocese de Campo Maior)

Com informações do Wikipédia.

Compartilhar:

Tags:

NOTÍCIAS

A Diocese de Campo Maior ganhará o seu mais novo presbítero, nesta sexta-feira (21 de junho). Trata-se de Francisco Euller Sousa da Silva, que será ordenado sacerdote, pelo bispo diocesano, Dom Francisco de Assis, na Paróquia de Nossa Senhora