Da Diocese Notícias

Comissão para Animação Bíblico-Catequética promove Assembleia Diocesana de Catequese em Campo Maior

A Comissão para Animação Bíblico-Catequética da Diocese de Campo Maior promoveu, entre os dias 19 e 21 de agosto, Assembleia Diocesana de Catequese. O evento aconteceu no Centro Diocesano de Pastoral, em Campo Maior, com o tema ‘Diretório Nacional de Catequese – Impactos e Desafios’ e contou com a participação de catequistas e coordenadores paroquiais de Catequese de todas as paróquias da diocese.

catequese1

Para assessorar a Assembleia, foi convidada a Irmã Vanderlane Araújo, especialista em Catequese. Também participaram o bispo diocesano de Campo Maior, Dom Francisco de Assis, e o pároco da Catedral de Santo Antonio Aparecido, Pe. Gilberto Felipe, que é coordenador de Animação Bíblico-Catequética.

catequese2

De acordo com a irmã Vanderlane, a Catequese precisa ser entendida como um conceito mais amplo que tem por objetivo a formação de discípulos e missionários de Jesus Cristo: “Não podemos resumir a Catequese apenas como a mera preparação para um sacramento. Para além disso, precisa ser entendida como um itinerário formativo, de educação na fé, de caminho para o discipulado, que tem por objetivo proporcionar o amadurecimento da fé mediante o conhecimento aprofundado da pessoa e da mensagem de Nosso Senhor Jesus Cristo”, disse.

catequese3

Para Dom Francisco, a Catequese é uma experiência de encontro, crescimento e amadurecimento na fé: “O papel do catequista é primordial na construção do verdadeiro discípulo. A Catequese é um processo sistemático, organizado, que precisa ser praticado todos os dias, na Igreja, nos movimentos, na família, na comunidade. O Catecismo da Igreja Católica nos diz que a finalidade da Catequese é levar o catequizando a conhecer, acolher, celebrar e vivenciar o mistério do amor de Deus”, explicou.

catequese4

Já para o padre Gilberto Felipe a evangelização no mundo de hoje é um dos grandes desafios para a Catequese e para os catequistas: “Nossa realidade pede uma nova evangelização. Precisamos continuar a fazer discípulos de Jesus Cristo, acolher a palavra, aceitar Deus em nossas vidas como dom de fé. A Catequese coloca-se dentro dessa perspectiva, de produzir conversão, seguimento e experiência de encontro com Deus e com a Igreja”, finalizou.