Igreja no Regional

Faleceu o bispo emérito de Bom Jesus do Gurguéia, Dom Ramón Lopez

domramon-1200x762_c

Dom Marcos Antônio Tavoni, bispo diocesano de Bom Jesus do Gurguéia (PI), comunicou na manhã deste sábado, 28 de abril, o falecimento de dom Ramón Lopez Carrozas:

Com grande pesar que comunicamos o falecimento de dom Ramón Lopez Carrozas, bispo emérito de Bom Jesus do Gurguéia. Dom Ramón faleceu nesta manhã, 28 de abril de 2018, no hospital Universitário de Teresina, por múltipla falência dos órgãos. Deus acolha no Paraíso este santo homem e pastor. Unidos na oração“.

Trajetória

Dom Ramón López nasceu em Sarria, na Espanha, no dia 31 de agosto de 1937. A ordenação presbiteral aconteceu em 10 de abril de 1960 e sua Ordenação Episcopal aconteceu em 27 de maio de 1979 em Roma, na Itália.

Dom Ramón chegou em Bom Jesus com os padres Alfredo e Criostóbal no dia 03 de março de 1967. Veio para integrar a casa de Corrente, mas Dom José, percebendo que lhe poderia ser mais útil, o destinou a Bom Jesus em 1969, para cuidar do Seminário Diocesano. Em 20/05/1969 foi nomeado Vigário Cooperador.

Dom Ramón foi então escolhido pelo Papa João Paulo II para ser o sucessor de Dom José Vasquez Diaz na Diocese de Bom Jesus-PI.

Atuou como Bispo Auxiliar na Diocese de Bom Jesus de 1979 a 1989 (10 anos) e como Bispo Diocesano de 1989 a 2014 (25 anos). Escolheu como Lema Episcopal: “Servire Non Serviri”.

Dom Ramón López Carrozas deu um impulso a Diocese nas Pastorais, promovendo reuniões e encontros de leigos e padres, grandes celebrações nas datas mais destacadas da Diocese. Hoje são 22 Paróquias todas providas de Párocos.

Velório e sepultamento

O velório será realizado no Santuário Bom Jesus da Boa Sentença, a partir deste domingo, 29 de abril. O sepultamento será no dia 1ºde maio, na Catedral de Nossa Senhora das Mercês, as 16hs; será precedido de cortejo fúnebre processional e Missa de corpo presente.

Dom Marcos Antônio Tavoni agradece as condolências recebidas.

CNBB

Dom Leonardo Steiner, secretário-geral da CNBB, assina mensagem de condolências em nome da Conferência. Leia:

Nota de pesar da CNBB pelo falecimento de dom Ramón Lopez Carrozas

Brasília, 28 de abril de 2018

Prezado Irmão, dom Marcos Antônio Tavoni.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) recebe, com tristeza, a notícia do falecimento de dom Ramón Lopez Carrozas, ocorrido na manhã de hoje, em Teresina (PI). Apresentamos nossas orações e cumprimentos ao senhor, aos familiares do bispo emérito, aos irmãos de sua congregação religiosa, ao clero e as comunidades da Diocese de Bom Jesus do Gurguéia.

O falecimento de um irmão nos recorda a necessidade termos os olhos fixos em Jesus. Nos consolamos com suas palavras: “Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá; E todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá (Jo 11,25-26)”.

Dom Ramón deixa um legado de homem de fé, dedicado ao povo e corajoso anunciador do Evangelho de Cristo. Ajudam-nos, neste momento, as palavras de Papa Francisco durante a oração do Angelus, em agosto de 2015: “Jesus nos recorda que o verdadeiro significado da nossa existência terrena está na eternidade e que a história humana com os seus sofrimentos e suas alegrias devem ser vistas em um horizonte de eternidade, isto é, naquele horizonte do encontro definitivo com Ele”.

O lema episcopal de dom Ramón “Servire non serviri” (servir e não ser servido) é uma advertência do Evangelho que nos diz respeito a todos e nos mostra seu profundo propósito de seguir a Jesus Cristo assumindo sua missão com todas as consequências. Sua caminhada no serviço episcopal expressa o sentido dessa expressão na missão da Igreja.

Em Cristo,

Dom Leonardo Steiner

Bispo auxiliar de Brasília

Secretário-geral da CNBB

Informações: CNBB Nacional

Adicionar Comentário

Clique aqui para deixar um comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *