Da Diocese

Divulgada a data de entrega do Seminário Menor Dom Abel Alonso Nuñez

Após mais de um ano realizando campanhas e tendo iniciado a revitalização do Seminário Menor Dom Abel Alonso Nuñez, a Diocese de Campo Maior fará a reabertura do prédio no dia 27 de dezembro de 2019, com uma celebração às 10h30 da manhã. O prédio fica localizado em Campo Maior – PI, ao lado do Centro Diocesano de Pastoral, na recente nomeada “Rua Dom Abel”, também homenageando o prelado.

Em entrevista, Dom Francisco de Assis, atual bispo diocesano de Campo Maior, falou da felicidade pela entrega do seminário: “Aqui em nossa diocese nós temos uma grande alegria pela reabertura do seminário chamado de Seminário Menor Dom Abel. De fato, nós estamos homenageando Dom Abel por que foi o primeiro bispo, trabalhando aqui por 24 anos e foi o bispo que pegou o tempo mais difícil: estruturar e construir a diocese. Dia 27 de dezembro, às 10h30, nós teremos a Santa Missa no pátio do seminário com todos os padres e benfeitores, por que a restauração do seminário é obra da solidariedade de vários amigos e amigas”, disse.

seminario-menor-fachada-2019

Em relação ao início dos trabalhos no prédio revitalizado, Dom Francisco afirma que a formação começará com 5 seminaristas: “Em 2020, vamos começar com 5 seminaristas, 3 de nossa diocese e 2 da Diocese de Grajaú-MA, enviados pelo nosso irmão bispo Dom Rubival. Floriano virá conosco a partir de 2021, e assim nosso seminário não está fechado para apenas a nossa diocese, e nem só as nossas dioceses do Regional Nordeste 4 (Piauí) da CNBB, mas também está aberto aos dioceses que quiserem fazer parcerias conosco”, afirma.

Histórico do Seminário Menor

Pensando na necessidade do surgimento de novas vocações, Dom Abel Alonso Nuñez, 1° Bispo de Campo Maior, planejou e construiu o Seminário Diocesano de Campo Maior na década de 80. Antes dele, os seminaristas de Campo Maior eram enviados para estudar em seminários de outras dioceses do Nordeste, Sul e Centro-Oeste do Brasil, como: Jacarezinho (PR), Anápolis (GO) e Carolina (MA).

O Seminário Menor de Campo Maior começou a funcionar em fevereiro de 1986 com 21 seminaristas em regime de internato, sendo as aulas ministradas no antigo colégio Ginásio Santo Antônio, e as formações e orientações espirituais e morais ficavam a cargo de um reitor e um diretor espiritual.  Na época, a Diocese de Campo Maior tornou-se aquela que tinha o clero mais jovem do Brasil. Os frutos colhidos nos 10 primeiros anos foram estes: 16 novos padres e 5 diáconos.

Em 2002 o seminário de Campo Maior foi fechado e os seminaristas de nossa diocese passaram a realizar seus estudos nos seminários localizados na Arquidiocese de Teresina: Seminário Discipulado João Paulo II (propedêutico), Seminário Dom Edilberto Dinkelborg (Filosofia) e, Seminário Maior Sagrado Coração de Jesus (Teologia). O prédio ficou fechado, até chegar a ficar por alguns anos alugado para o Governo Federal, através do Projovem.

O prédio agora leva o nome de Lar Sacerdotal Dom Abel Alonso Nuñez, em homenagem a este grande incentivador no surgimento de novas vocações em nosso território Diocesano.

Reportagem: Helder Felipe – Diocese de Campo Maior

Adicionar Comentário

Clique aqui para deixar um comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fans que Curtem

Social Media