Da Diocese

Com mais de 130 pessoas, tem início a 43ª Assembleia Diocesana de Campo Maior

assembleia-diocesana-2019

Teve início ontem (21/11) a 43ª Assembleia Diocesana de Pastoral de Campo Maior, que neste ano tem como tema central: “Batizados e Enviados: a Igreja de Cristo em Missão no Mundo”. O evento, que vai até amanhã (23), conta com a presença de 40 padres, 12 religiosos, 56 leigos, 21 seminaristas, mais o bispo diocesano.

Após a recepção e a oração inicial, Dom Francisco de Assis, bispo de Campo Maior, acolheu os participantes. A primeira conferência foi conferida por Dom Francisco e tratou sobre as novas diretrizes da Ação Evangelizadora da Igreja do Brasil 2019-2023. À tarde, foi a vez do Padre Flávio Naylton, da Área Pastoral de Santo Antônio (José de Freitas-PI), ministrar uma palestra sobre a pedagogia para a formação dos ministros extraordinários na Celebração da Palavra. Ao final da tarde, a equipe responsável pela missão leiga, que aconteceu durante todo o ano de 2019 em Beneditinos-PI, composta por 12 pessoas, realizou a apresentação dos trabalhos e os resultados obtidos.

Segundo Dom Francisco, essa missão é um modelo que deve ser adotado para mais paróquias da diocese e que entrará no planejamento diocesano para 2020: “Nós não podemos parar com esse modelo de missão. A cada ano queremos fazer em uma paróquia, ou quem sabe até em duas, dependendo do número de voluntários, para que a gente chegue a daqui alguns anos a fazer ao mesmo tempo em todas as paróquias. O ideal é que consigamos dar passos sem vacilar”, disse.

Às 18h30 foi celebrada a Santa Missa na Igreja de Nossa Senhora do Rosário. Ao final da celebração, o seminarista Paulo Sérgio, que será ordenado diácono transitório amanhã (23) às 10h, na Catedral de Santo Antonio, realizou o seu juramento. A programação da assembleia segue nessa sexta com o estudo do documento “Christus Vivit”, conduzido pelo Chanceler da Cúria, Padre Alcindo Saraiva, e com reuniões dos setores pastorais, planejamento pastoral e montagem do calendário diocesano 2020.

Para o Coordenador Diocesano de Pastoral, Padre Gilcimar Machado, as formações realizadas neste primeiro dia foram importantes para ajudar nas decisões: “Todos estão atentos, envolvidos e concentrados ao que foi proposto. A expectativa é que, com o passar dos dias, nós vamos direcionando  para o planejamento diocesano. E esses dois últimos dias serão decisivos por que quanto mais vai se aproximando do fim da assembleia, a gente vai sintetizando e organizando as pistas de ações para se construir o calendário diocesano”, disse.

Reportagem: Helder Felipe – Diocese de Campo Maior

Adicionar Comentário

Clique aqui para deixar um comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fans que Curtem

Social Media